Um Recado Para Você!

sábado, 24 de junho de 2017

O Equilíbrio Emocional na Relação a Dois

Resultado de imagem para casal desenho colorido tumblrTodo casamento passa por oscilações; altos e baixos naturais em uma relação tão íntima; assim a busca pela estabilidade deve ser uma constante. Uma relação estável é composta por duas pessoas emocionalmente equilibradas que desejam e se dedicam à harmonia e felicidade na vida em comum.
Para buscar uma relação equilibrada vale algumas reflexões:
  • É imprescindível iniciar esse processo de forma individual, ou seja, cada cônjuge deve trabalhar intimamente o autocontrole. Para tanto é preciso que se dediquem ao autoconhecimento e, principalmente que desenvolvam amor próprio.
  • Para que esse equilíbrio possa ser alcançado é preciso descobrir o que querem de si mesmo e do outro; o que são capazes de doar e renunciar a favor da vida em comum.
  • Simplesmente desejar ter uma vida diferente faz com que muitas pessoas se envolvam em dores emocionais, entretanto, é um sofrimento vão, afinal a única pessoa que realmente pode mudar e ver as coisas de uma maneira diferente é você.
  • Para haver equilíbrio no relacionamento é essencial assumir a responsabilidade pela própria felicidade, não sobrecarregando o cônjuge com isso. Tenha em mente que você é a única pessoa que pode efetivamente promover seu próprio crescimento emocional, pessoal e amoroso.
  • Para que o casal entre em entendimento é preciso que respeitem um ao outro em todos os sentidos, a fim de que possam entrar em consenso em relação às diferenças de opinião, valores e crenças.
  • Vale destacar ainda o respeito em relação à vida sexual. Um casal que busca equilibrar suas emoções deve ter muita atenção na maneira pela qual um e outro manifestam seus desejos e lidam com isso.
  • A fidelidade é elemento que se revela de grande importância para a estabilidade de uma relação, pois é a confiança que produz a tranquilidade dos cônjuges e os mantêm seguros do amor que nutrem um pelo outro.
  • Não existe entendimento onde não haja diálogo. Para controlar os desentendimentos e dificuldades no convívio, o casal deve buscar sempre o diálogo franco e sincero.
  • É importante demonstrar carinho; pelo afeto os cônjuges aumentam a proximidade e selam a união. Então a parceria do casal se edifica e o companheirismo se desenvolve.
  • O amor que equilibra é o que promove paz, aceitação e compreensão; é incondicional e marcado pela tolerância e alegria no convívio.
  • A espiritualidade é um fator importante para o equilíbrio emocional da relação, sendo relevante que o casal a busque de preferência juntos.
Pessoas equilibradas enfrentam com maior facilidade as atribulações da vida e promovem relações mais saudáveis e felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário