Um Recado Para Você!

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Um Casamento pra dar Certo…

Aos casados dou este mandamento, não eu, mas o Senhor: que a esposa não se separe do seu marido. Mas, se o fizer, que permaneça sem se casar ou, então, reconcilie-se com o seu marido. E o marido não se divorcie da sua mulher. I Coríntios 7:10-11

Pois o marido descrente é santificado por meio da mulher, e a mulher descrente é santificada por meio do marido. Se assim não fosse, seus filhos seriam impuros, mas agora são santos. I Coríntios 7:14

casal-casamento-felizOnde existem mais problemas, conflitos, tensões, sem dúvida é por dentro do casamento. Na medida em que os anos avançam na convivência matrimonial existe mais desafios de viverem juntos, unidos pelos mesmos sonhos que um dia os levaram ao altar da Igreja para que perante o ministro de Deus, parentes, testemunhas e sociedade pudessem efetivar os seus ideais. Não muito tempo depois os filhos chegam e começam a fazer parte desta instituição chamada família. Infelizmente é alarmante o número de separações judiciais no mundo, onde casais que tinham tudo para serem felizes e abençoados, vivem agora o drama dos desentendimentos, dos desencontros, dos conflitos familiares. Onde está a raiz do problema que trás tanta divisão, brigas e discórdias, tanto sofrimento na vida de muitas famílias?

1. Defeitos e virtudes na família de origem.
Quando se entra para o casamento leva-se junto defeitos e virtudes que fazem parte do caráter e da personalidade das respectivas famílias de origem. Por isso existe uma grande necessidade de compreensão, de sabedoria na criação dos filhos, por que dependendo de como se posiciona no relacionamento matrimonial com certeza irá refletir na vida deles. Se o casal for feliz e abençoado, se existir entendimento, respeito próprio, segurança, estabilidade emocional para enfrentar os desafios de cada dia, com certeza os filhos terão todas as possibilidades de se alto afirmarem em suas próprias famílias. Ao contrário, se não forem exemplos, se viverem um casamento de fachada, de idealismos, de sonhos frustrados, de ressentimentos mútuos, com certeza já estará influenciando os filhos a tendência de ter um relacionamento também frustrado no futuro.

2. Se achar independente, autossuficiente e individualista em seu relacionamento conjugal.
Para os homens aqui no ocidente, existe uma cultura machista, um espírito de posse, de dono. Muitas vezes é na força do braço, é na gritaria que ele tenta se auto afirmar, ele tenta ser superior dentro de casa, conseguindo com isso apenas afastar a esposa e os filhos de um saudável relacionamento.
As esposas também acham que o negocio agora é ser independente, visto que a mulher está conseguindo o seu espaço no mercado de trabalho, na sociedade e por isso muitas delas com classe que lhe é peculiar, desrespeita o seu esposo subjugando-o debaixo de seus caprichos. Uma pesquisa feita por uma emissora de Televisão constatou que as mulheres na questão da submissão ao marido, mais de 80% disseram que este negócio de submissão já era, e que agora é de igual para igual. Com certeza estas mulheres não aprenderam que submissão nada mais é do que andar na missão, na visão de seu marido.

3. A Capacidade de pensar egoisticamente
Cada pessoa neste mundo busca seus próprios interesses, porém em um relacionamento a dois, marido e mulher precisam ajustar-se através do diálogo, do carinho, da compreensão, do amor, do afeto. Para um casamento dar certo, o homem precisa viver em função de sua esposa e filhos e a esposa em função do seu marido e filhos. A vida de solteiro ficou no passado e agora deve existir um tempo maior e de qualidade a ser dedicado à família.
Temos visto através dos anos, quantos relacionamentos que foram interrompidos justamente porque o marido trocou a esposa pelo o escritório, trocou a esposa pelas reuniões de negócios intermináveis, trocou a esposa por amigos, pelo futebol, pela pescaria, pelo jornal, etc. Por sua vez a esposa trocou o marido pela novela, pelo shopping center, pelas suas amigas e por muitas outras coisas
A Palavra de Deus apresenta-nos conselhos fantásticos para maridos e esposas. No capítulo 7 no verso 10 de I Coríntios, está escrito: “Aos casados mando não eu mais o Senhor que a mulher não se aparte do marido. Se, porém se apartar que fique sem casar ou que se reconcilie com o seu marido e que o marido não deixe a mulher”. Em outras palavras a Bíblia incentiva aos casais a se entenderem e que de preferência se reconciliem. Esta é uma ordem que vem diretamente do Senhor.

4. Os direitos e deveres no casamento são iguais, tanto para o marido como para a esposa.
Casais ao menor sinal de brigas e desentendimentos partem quase que de imediato para a separação de corpos, distanciam-se um do outro, de vez de procurarem resolver os seus problemas. A mulher segundo a Bíblia não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Do mesmo modo o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, pois este poder foi dado à mulher. Isto quer dizer que o relacionamento intimo, sexual do casal precisa estar em dia, restaurado, cultivado. Quantos casais estão separados dentro de sua própria casa, de sua própria cama. Individualidades que não condiz com a expectativa que Deus tem do casal que foi legitimado pelo casamento. A Bíblia adverte em I Coríntios 7:5 o seguinte: “Não defraudeis um ao outro, se não por consentimento mútuo, por algum tempo, para vos aplicardes oração, depois vos ajuntai outra vez para que satanás não vos tente por causa da incontinência”.

Preste atenção os casais que estão lendo esta mensagem. Deus tem um carinho muito grande por vocês e Ele tem preparado momentos muito especiais para vocês redescobrirem o amor procurando acender e restaurar de novo a paixão. Devem lembrar-se também que o amor não deve ser bonito só nas declarações, nas afirmações ou nas definições de amor que se ouvem por aí. A prática deve ser evidenciada. As atitudes devem falar mais alto.

Marido, reconquiste a sua esposa. Qual foi a ultima vez que você disse que ela era especial pra você? Qual foi a ultima vez que ela recebeu a sua ajuda em alguma tarefa na casa? Etc. Pequenas atitudes valem mais do que mil palavras.

Esposa, você tem procurado respeitar e honrar o seu esposo diante da pessoa dele, dos filhos, familiares, amigos, etc. O que você fala sobre o seu marido com a sua melhor amiga? É bom parar para pensar nisto.

O sexo foi criado por Deus e ao contrario do que muita gente pensa, ele não foi feito só para a procriação. Ele foi feito por Deus, também para o prazer. Um casal que procura evitar o contato físico está condenando o seu casamento ao fracasso. Ambos têm necessidades biológicas e se completam nesta relação. Infelizmente vemos muitos homens ou mulheres que estão insatisfeitos no matrimonio buscando outras relações paralelas e isto aos olhos de Deus é gravíssimo. Basta ter uma briguinha, um mal entendido que logo a separação de corpos acontece. Mulheres preste atenção: Pare de usar o sexo como arma para conseguir seus objetivos contra o seu marido. Usando o sexo como arma, o tiro pode sair pela culatra e atingir você. Seguramente a falta de relacionamento sexual é uma das maiores causas de separações, de divórcios.

Conclusão:
Deixe de ter uma vida independente, autossuficiente e individualista quanto ao seu relacionamento conjugal. Pare de agir egoisticamente. Existem direitos, porém existem também deveres no casamento. Se vocês seguirem estas orientações, com a ajuda de Deus você terão tudo para fazer o seu casamento dar certo.

“mas, por causa da imoralidade, cada um deve ter sua esposa, e cada mulher o seu próprio marido.
O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua mulher, e da mesma forma a mulher para com o seu marido.
A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher.
Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio.” – 1 Coríntios 7: 2 – 5

Deus abençoe o relacionamento de vocês.

Pr. Nélson Gouvêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário