Um Recado Para Você!

domingo, 5 de abril de 2015

A Maior Ameaça para o seu Casamento


Os limites no casamento o mantém seguro, mas dar um passo além deles leva ao perigo.
O limite que você mais se sente tentado a ignorar é o que você mais precisa observar.

Todo casamento precisa de firmes linhas de segurança para proteger o relacionamento. Sem planos específicos, limites claros e procedimentos operacionais gerais, um indivíduo deixa-se aberto a uma falha moral significativa que pode dificultar muito a relação ou destruí-la completamente. (Veja: Não admira que vocês não se amem).

Não há exceções. Não é uma questão apenas masculina ou algo que algumas pessoas precisam considerar. É uma regra universal - toda pessoa casada precisa de limites físicos e emocionais com pessoas do sexo oposto.

Uma pessoa tola simplesmente presume que terá força de vontade para resistir a todas as tentações em seu caminho. Uma pessoa sábia sabe que sua força de vontade é limitada e coloca limites ao seu redor para diminuir o número de tentações que enfrenta, para que a sua força esteja completa quando enfrentar a tentação.

Casais felizes têm linhas de segurança firmes e as cumprem.

A maior ameaça para o seu casamento é o momento em que você se sente tentado a ignorar um limite normalmente respeitado.

O seu cônjuge tem acesso livre às suas mensagens de texto, mas há uma mensagem que você decide apagar.

Você nunca tem uma refeição com uma pessoa do sexo oposto, mas desta vez você quer fazer uma exceção.

Você nunca mente para o seu cônjuge sobre onde você está ou com quem está, mas nesta ocasião você se sente tentado a fazê-lo.

A sabedoria cria limites, mas também vive por eles. No momento em que você for tentado a violar a fronteira normalmente mantida com uma pessoa do sexo oposto, você deve reconhecer a tentação, resistir a ela, e permanecer em guarda com essa pessoa.

O perigo não está no lugar em que você acha que é o mais tentador, mas no lugar onde é mais provável que você baixe a guarda. Assuntos físicos e emocionais têm muito menos a ver com uma pessoa específica e muito mais a ver com a tomada de decisão insensata de colocar-se nos lugares em que estamos propensos a sucumbir à tentação. (Veja: Você terá um caso se...)

As linhas de segurança só funcionam se forem mantidas de forma consistente e com grande diligência. Nossos corações são tão enganosos que se baixarmos a guarda, vamos fazê-lo com a pessoa ou na situação em que mais precisamos mantê-la.

De todos os casais que já vi passar pelo caos de uma traição, eu nunca ouvi uma única pessoa me dizer: "Eu sempre soube que eu faria isso." Raro é o caso em que uma pessoa planeja ter um caso. Quem no seu perfeito juízo iria causar tanta dor ao seu cônjuge, família e comunidade através de uma traição?

As pessoas não têm em mente trair. Elas o fazem por engano. São atraídas para o adultério e tomam decisões pobres, sem qualquer consideração sobre as consequências reais. O que começa como uma curvatura menor de regras normais ou uma exceção simples para os procedimentos operacionais habituais pode levar à destruição de uma família, de uma reputação e de vidas. (Ver: Três mitos sobre o adultério)

Mostre-me o lugar (ou a pessoa com quem) você não está sendo diligente em seus pensamentos, ações e atitudes e eu vou mostrar-lhe o lugar (ou pessoa) que é a maior ameaça ao seu casamento.

Converse com seu cônjuge sobre quais as fronteiras que ambos irão definir como um casal, e, então, vivam por esses limites.

Qual o limite útil que você tem com as pessoas do sexo oposto?

Kevin A Thompson

Nenhum comentário:

Postar um comentário