Um Recado Para Você!

quarta-feira, 5 de março de 2014

Seja uma boa Amante para seu Marido !

Sexo. Basta mencionar essa palavra no meio de um grupo de mulheres, e entre as risadinhas você conseguirá uma grande Variedade de reações. Algumas virarão os olhos. Algumas sorrirão. Algumas franzirão a testa. Algumas estarão ansiosas por entrar na conversa. Algumas não terão nada a comentar.


Quando entrevistei mulheres por todo o país antes de escrever o livro que acompanha este volume, dedicado aos maridos, consegui uma imensa reação no que diz respeito ao sexo. A maioria dos comentários se concentrava em como cortejar uma mulher. Os comentários típicos eram: “ajudar nas tarefas domésticas é o preliminar”; “é importante perceber que não posso passar da limpeza do banheiro e de enxugar narizes para a postura de uma deusa do sexo em trinta segundos, ou menos”; e “as mulheres precisam sentir-se emocionalmente atraídas antes da união física”. Não é surpresa que o sexo também fizesse parte do pensamento dos homens entrevistados. Observe alguns comentários que recebemos:

“Preciso sentir o reforço do toque dela. Quando ela me toca por sua própria iniciativa, meu mundo fica cheio de vida! Quan­do, ela me toca, consigo entender como Cristo se sentiu quanto à igreja… a disposição de morrer por ela.” Matt [Hopkinsville]

“Preciso de sexo romântico e entusiasmado.” — Anônimo

“Eu queria que minha mulher pudesse entender como é im­portante para mim saber que ela deseja a intimidade conjugal comigo. Não estou falando apenas do ato físico, mas da neces­sidade de saber que ela deseja esta intimidade comigo.” Jimmy [Indian Trail]

Você consegue identificar uma linha comum? Palavras como iniciativa, entusiasmo e desejo aparecem sempre. Nossos maridos querem que os desejemos sexualmente.


Muitas vezes no passado, quando meu marido se aproximava com aquele olhar… vocês sabem de que olhar estou falando… eu pen­sava: Hoje à noite, não. Eu contava os dias desde a nossa última vez e tentava decidir se essa necessidade era justificável ou não. Percebo que em alguns casamentos os papéis estão invertidos, quando a mu­lher quer mais intimidade do que o seu marido, mas tenha paciência comigo, pois aqui há informações importantes para você também.


A intimidade sexual é mais do que satisfazer uma necessidade física. É o meio mais vulnerável de fazer com que o seu marido sai­ba que ele é totalmente desejável e aceito. Vamos pensar uma vez mais no Jardim do Éden. Em Gênesis 2.25 está escrito: “E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam”. Tinham absoluta confiança em seu comprometimento mútuo. 

Acei­tavam-se completamente e tinham total confiança um no outro.
O seu marido anseia por isso. Quando ele se sente vulnerável, ele quer saber se você o considera desejável e aceitável. Quando um homem se insinua sexualmente para a sua mulher, isso representa mais do que apenas um desejo de envolvimento físico. Ele está fazendo uma pergunta que o seu coração sempre quer ver respondida: “Será que tenho o necessário para ser um homem de verdade, e lhe satisfazer íntima e profundamente?”

Se a esposa diz “sim”, e corresponde ao toque dele com tanta excitação quanto ele oferece, a sua masculinidade revive e é profun­damente afirmada. Se ela diz “não”, isso o magoa física e emocionalmente. Fisicamente, se as necessidades sexuais do marido não forem satisfeitas com regularidade, devido à negação da esposa, ele ficará exposto a um mundo de tentações. Emocionalmente, este marido procurará provar agressivamente que tem o necessário em outras áreas da vida, para compensar sua falta de aprovação sexual.

Indo um pouco mais adiante, a atitude da esposa iniciar um encontro sexual incendeia o coração do marido. Pense sobre as ocasiões em que o seu marido toma a iniciativa de planejar um encontro noturno especial para vocês. Isto não é agradável? Da mesma forma, agradável a ele que você tome a iniciativa de convidá-lo. Dane, da cidade de Charlotte, disse: “Embora concordar com uma relação planejada seja agradável, principalmente quando observando o calendário, é possível perceber que já faz algum tempo desde que estivemos juntos na cama; é muito bom para o ego de um homem que a sua esposa tome a iniciativa de um encontro não planejado”. Ele não está sozinho em seu desejo.

Deixe-me incentivá-lo a tentar descobrir o que lhe impede de ser a parceira sexual que o seu marido deseja. Ore, e peça que Deus lhe revele qualquer atitude errada ou concepção errada so­bre o seu maravilhoso presente da intimidade. Peça a Deus um desejo renovado por seu marido. Encha sua mente com as belas palavras do livro de Cantares de Salomão. Leia livros cristãos de ajuda sobre este assunto. Um dos que recomendo, escrito por mu­lheres e para mulheres, é “Intimate Issues”, escrito por Linda Dillow e Lorraine Pintus (Waterbrook Press).

Lembre-se dos seus dias de namoro, quando você o considerava irresistível, e ressuscite aqueles pensamentos. Faça uma lista de to­das as qualidades que a atraem em seu marido, e pense freqüentemente nelas. Decida-se a não basear o seu desejo de intimidade nas inicia­tivas do seu marido, ou na falta delas. Lembre-se de que não pode­mos controlar os nossos maridos, ou fazer com que façam o que queremos. Mas podemos tomar decisões acertadas.

Faça o que for preciso para colocar-se em um estado de es­pírito romântico. 
Tome um banho de espuma. Use o seu perfu­me favorito.
 Vá à manicura. Ouça música romântica.
 Use casti­çais no jantar. Se você estiver cansada, encontre tempo para ti­rar uma soneca. Se sente falta de energia, alimente-se melhor e faça exercícios. Se as crianças são pequenas e consomem muito do seu tempo, consiga uma babá ou faça um acordo com uma amiga. Lembre-se, o que você plantar em seu casamento é o que colherá dele. Essas pequenas coisas são sábios investimentos para o seu relacionamento.

Antes que você comece a girar os olhos e dizer que não está me entendendo, confie em mim, sei o que estou dizendo. Tive que rever o meu modo de pensar no que se refere ao meu leito conjugal. Mas o meu casamento está melhor do que nunca. Agora aprecio muito mais a intimidade com o meu marido. E quanto mais satisfeitas são as necessidades dele, mais satisfeitas são as minhas.


CONSTRUINDO O SEU RELACIONAMENTO- Faça uma lista das qualidades de seu marido que a atraem. Peça a Deus que lhe dê o desejo de começar uma experiência íntima com o seu marido.
Pensamento para o Dia – Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os filhos; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assen­to, e o seu fruto é doce ao meu paladar.
Cantares 2.3

Nenhum comentário:

Postar um comentário