Um Recado Para Você!

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Beleza do Prazer Sexual

DEUS não criou o sexo para procriação. O sexo foi criado também para o prazer. A prova desta verdade é que na anatomia dos órgãos genital, tanto masculino como feminino, encontram-se terminações sensitivas ligadas ao prazer. E tudo isso foi criado por DEUS.
  Aspectos do Prazer  Sexual no Casamento
 O prazer sexual alimenta a auto-estima dos cônjuges.
      Relacionamento sexual saudável dentro do casamento proporciona saúde mental, física e espiritual. È por esta razão que o “jejum sexual” ou afastamento por algum tempo, deve ser com mútuo consentimento.

(I Co 7:5) Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmäo, ou irmä, näo esta sujeito à servidäo; mas Deus chamou-nos para a paz

 O prazer sexual alegra o coração

(Pv 5:18)Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade.

       O casal que possui um bom relacionamento íntimo desfruta de alegria e diminui as tensões no lar. Marido e mulher satisfeitos sexualmente são mais calmos em suas atitudes cotidianas, que os insatisfeitos.
       O relacionamento sexual saudável só acontece quando ambos os cônjuges buscam o aperfeiçoamento na relação íntima. Esta maturidade haver com o amor, respeito, aceitação de limites e conhecimento mútuo

(Ef 5:33) Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.

O prazer sexual é embriagante e freqüente

(Pv 5:19) Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente.

      A expressão “embriaga-te sempre com as suas carícias” indica que os deleites físicos do sexo e as trocas de carícias, devem ser praticados constantemente, não no sentido de “ninfomania” que requer várias relações diárias, mas com certa freqüência, estabelecida pelo casal.

Vivenciando um Leito sem Mácula

 Em hebreus 13:4, diz: “Digno de honra seja entre todo o matrimônio, bem como o leito sem mácula.

Porem aos que se dão à prostituição (os devassos) e os adúlteros, DEUS os julgará.” Que o matrimônio é uma instituição honrosa e sagrada não temos dúvida. Mas o que significa à luz da Escritura, a expressão “leito sem mácula”? Significa sem “mancha” de pecado, livre de qualquer laço pecaminoso e abençoado por DEUS. È sabido que nos livros seculares existem diversas sugestões de técnicas sexuais, muitas vezes sugerindo o “vale tudo”. Há um texto bíblico que elucida satisfatoriamente esta questão. Em

I tessalonicenses (4: 3-5,) Lembrando-nos sem cessar da obra da vossa fé, do trabalho do amor, e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai, vSabendo, amados irmäos, que a vossa eleiçäo é de Deus; Porque o nosso evangelho näo foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós

diz: “pois esta é a vontade de DEUS, a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo (isto é, o cônjuge) em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a DEUS”.
  A diferença prática existe no ato sexual nos cristãos é referente à atitudes que temos um para com o outro, uma atitude de santificação e honra, não com lascívia, que é maliciosa e egoísta. As experiências praticadas devem ser de consentimento mútuo dos cônjuges. Nenhum dos dois, em tempo algum, deverá forçar o outro a participar de atos que não deseje.  O amor não coage ninguém. O amor não é egoísta, não busca seus próprios interesses

(I co 13:5). Näo se porta com indecência, näo busca os seus interesses, näo se irrita, näo suspeita mal;

Nas relações interpessoais na comunidade e na sociedade, a modéstia é a virtude-mãe, porém, na privacidade do aposento matrimonial, o casal pode aprender a desenvolver uma intimidade prazerosa”, sem deixar-se contaminar pelas “barbaridades” e imundícias praticadas no mundo. O casal deve apreciar uma plena intimidade sexual, não esquecendo do que diz em.

Romanos (1:24-27), Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus coraçöes, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.  Por isso Deus os abandonou às paixöes infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.  E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

relacionado a lascívia e ao sexo desordenado, os quais são abomináveis a DEUS.

  Se marido e mulher procurarem levar seu casamento debaixo do Senhorio de Jesus e viverem em conformidade com o padrão bíblico, a vida sexual destes irá melhorar e não serão mais atraídos para os desvios sexuais que maculam o leito nupcial. E assim, o leito que  anteriormente era um lugar de frustração e agonia emocional, tornar-se-á um manancial de alegria, benção e plenitude que DEUS sempre quis que fosse.

 Desvios do Comportamento Sexual

Por certo Deus destinou o ser humano a buscar a realização sexual com outro seres vivos e de sexo oposto por isto ele fez o homem e a mulher

(Gn 1:27) E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

   - A necrofilia, ou atração sexual por cadáveres.
   - A Zoofilia, ou atração sexual  por irracionais.
   - O homossexualismo, ou atração pelo mesmo sexo.
   - O estrupo , ou relação sexuais à força.
   - A prostituição, relação sexual fora do casamento mediante remuneração ou recompensa.
   - Fornicação ou relacionamento sexual efêmero e sucessivo.
   - O incesto, ou relacionamento sexual com parentes próximos.
   - A masturbação, ou auto-realização sexual solitária, quando opção permanente de um   egoísmo sexual.
   - O aborto ou destruição do ser enquanto ainda no útero.
   - O sadismo ou prazer em fazer sofrer, e o masoquismo, ou prazer no sofrer,com suas     agressões e mutilações.
   - A lascívia, sexocentrismo, sexo mania ou obsessão sexual.
     Tudo isto fere o padrão do comportamento normal e os princípios de DEUS.
AD

Nenhum comentário:

Postar um comentário