Um Recado Para Você!

terça-feira, 2 de abril de 2013

Existe romance no seu casamento?



É comum que no início do relacionamento o casal se trate com mais carinho, que a troca de olhares seja mais significativa, as palavras mais doces.  Fazer surpresas é sempre prioridade. Mas, com o tempo, isso tudo é abandonado e a relação parece desmoronar.

“A maioria das vezes em que o casamento termina em divórcio, não é porque um dos dois é uma má pessoa, pelo contrário, muitas vezes é pelo fato de que nunca nenhum dos dois aprendeu as ferramentas apropriadas e necessárias para um romance na união”, comenta o apresentador do programa “The Love School – A Escola do Amor”, bispo Emerson Carlos.

As mulheres vivem eternamente o clima de romance, e os homens, em contrapartida, acabam deixando passar despercebidas algumas situações, principalmente após ter conquistado a pessoa amada. Mas o romantismo não pode se perder, tem que amadurecer com o tempo. O relacionamento se constrói com o companheirismo, mas o romantismo  faz toda a diferença.

Curta-nos
“A vida a dois exige imaginação, renovação e doação diária. Imagine uma fogueira: na época de namoro, é como se sempre estivesse colocando aparatos para ficar aceso, como carícias, dedicação, troca de olhares. Com a oficialização do relacionamento, os casais parecem colocar um balde de água fria nessa fogueira sentimental, pois a ternura acaba, o companheirismo, muitas vezes, só com os amigos. Desse jeito não há como manter o romantismo.”



O que fazer para não apagar a chama

A correria do dia a dia muitas vezes impede que os casais pratiquem o mesmo romance do namoro. É claro que os costumes carinhosos tendem a diminuir após o matrimônio, mas não podem ser esquecidos, muito menos acabar.

Se você perceber que o seu casamento mais se assemelha a uma relação entre irmãos ou colegas do que marido e mulher, não ignore o fato. Sentem e procurem a melhor maneira de construir uma reaproximação. “Esse é um sintoma de que o amor está acabando. Tome cuidado, não deixe chegar a esse ponto”, alerta o bispo.

Segundo ele, é muito importante que o casal se lembre dos hábitos e aplique. Algumas mudanças ajudam a unir. Sentar-se à mesa na hora da refeição; reservar um horário para conversar ou fazer atividades juntos, ou qualquer outro hábito que transmita alegria, é muito importante. “Sente com sua esposa e converse com ela. Fale com honestidade tudo o que precisa mudar”, aconselha.

Cuide-se espiritualmente

 Arca Universal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário