Um Recado Para Você!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Como ter um casamento duradouro




Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. e perguntaram-lhe: "é permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo?" ele respondeu: "vocês não leram que, no princípio, o criador ‘os fez homem e mulher’  -  e disse: ‘por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’?  -  assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. portanto, o que deus uniu, ninguém separe".
Mateus 19. 3-6

Infelizmente o número de divórcios vem aumentando assustadoramente, trazendo prejuízos irreparáveis à sociedade como um todo. Na separação dos cônjuges, inúmeras pessoas são vitimadas; os filhos sofrem prejuízos imensos em todas as áreas e principalmente na parte psicológica. Regra geral o desastre econômico acontece. São vários os fatores que têm levado uma multidão de casamentos à mais completa falência.

O modelo bíblico, para um casamento bem sucedido, desapareceu de muitos lares, inclusive de cristãos.
Vejam estes dados do IBGE: A população do Brasil, em 1980, era de 119. milhões de pessoas; 948 mil casamentos legais ao ano; 45 mil separações, ou seja 4,74% dos casamentos terminavam em separação. No ano 2000 a população do país pulou para 169 milhões de pessoas; o número de casamentos legais desceu para 734.mil ao ano; o número de separações, subiu para 188 mil, ou seja, 28,5%, dos casamentos terminaram.

Hoje, 2012, o índice de separações está ultrapassando os 35% ao ano. O percentual das uniões "consensuais" (ajuntamentos) está passando dos 30%, em relação aos casamentos. O estado civil que mais cresce é o de divorciados.

Conselhos de uma Bíblia de Estudo
Príncípios para um casamento duradouro – Um casamento bem-sucedido é resultado de hábitos disciplinados que têm sido provados através dos séculos por um incontável número de casais, cujo amor e compromisso foram fortalecidos e ficaram mais apaixonados. Quando hoje em dia o ambiente cultural guerreia contra o casamento cristão – procurando redefinir, diluir o nosso entendimento sobre essa instituição divina – é essencial recuperar estes princípios dinâmicos. Naturalmente, o primeiro lugar para onde se deve olhar é a Palavra de Deus. E há lugar mais apropriado do que o cântico de amor de Deus?
 
CÔNJUGES, aprendam a arte perdida do amor verbal – Aprendam a dizer palavras de amor que acariciam a alma do seu/sua companheiro/a. – Cantares 4. 1-7
Entenda e creia que o Senhor continua a ver o relacionamento sexual dentro da santidade do casamento como "muito bom" e o abençoa.  – Cantares 5. 1
Exalte, no casamento, as virtudes do seu cônjuge acima das virtudes de outros. Cantares 6. 4-9
Reserve momentos regulares, periódicos, com seu cônjuge, para revigorar e renovar o romance em seu casamento. – Cantares 7. 10-13

João da Cruz Parente

Nenhum comentário:

Postar um comentário